Sexta-feira, 15 de Setembro de 2006
Eurocidade - Uma solução para o interior ?
Portugal vive numa dicotomia permanente. Como se tratasse de um anúncio de detergente para a loiça. Temos o Portugal Litoral (Villa Arriba) e o Portugal interior (Villa Abajo). Os dois “países” vivem separados, em mundos diferentes. Com oportunidades, gostos, sensibilidades e “detergentes” distintos. Portugal ainda vai a tempo de se redefinir como um todo e salvar o interior de um marasmo e morte lenta?

Ao ler um curioso artigo de Célia Oliveira (Linhas de Elvas), publicado no semanário Expresso desta semana(09/09/2006), dei de caras com uma proposta que me surpreendeu e deixou apreensivo.

“A área compreendida entre Elvas e Badajoz devia ser reconhecida, jurídica e politicamente, como uma Eurocidade. Ou seja, uma cidade simultaneamente ibérica e europeia, de organização e gestão por um comité hispano-luso misto, que dirija, proponha e oriente os programas e planos de acção em três línguas de trabalho: castelhano, português e inglês.”

Esta ideia tem sido defendida por um professor da Universidade de Extremadura, Luis de la Macorra, através do seguinte blog:
http://blogs.hoy.es/Eurociudad

Texto publicado na
Cidadela dos Incultos no dia 11 de Setembro de 2006.


publicado por Ricardo Cataluna às 23:27
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Anónimo a 3 de Outubro de 2006 às 21:54
Como ciudadano de Badajoz me desagrada enormemente esa propuesta.
Mi opinión es bastante representativa del resto de los habitantes de Badajoz.

Saludos.


De RCataluna a 18 de Setembro de 2006 às 17:40
Abade Anacleto:

Muito obrigado pelas palavras simpáticas! Não tenho qualquer intenção "separatista". Só me chateia o continuo esquecimento a que a nossa região tem sido submetida. Já chega de sermos ignorados!

Abraço!


De Abade.anacleto a 18 de Setembro de 2006 às 11:54
Um texto muito pertinente, colocado aqui por quem está smpre atento às realidades deste país, desta região. Concordo em absoluto com o Professor espanhol. Está na hora de a Hispânia dizer de sua justiça.
Um abraço.


De RCataluna a 17 de Setembro de 2006 às 21:45
In_util:

Antes de mais, muito obrigado pelas referências elogiosas!
Gostava de ser mais optimista em relação ao futuro do alentejo, em particular da cidade de Beja.
Se calhar, como dizes, é altura de tentar bater a outras portas e meter-mos mãos à obra. Sem complexos e sem esperar que alguém cometa erros para ser alvo de todas as críticas e desaforos.

um bj pra ti e um abraço ao André!


De In_util a 16 de Setembro de 2006 às 18:34
Interessantissima reflexão (e mto bem escrita cm sempre) porque Elvas morre se n se iniciar algo agora! Esse artigo/proposta revela que ainda há alentejanos a querer salvar as nossas cidades! O Futuro está no expandir a todos os niveis, radicalismo, isolamentos levam a que? a intercidades e irem embora e cd vez maior migração p fora do alentejo, levando a que o alentejano seja uma espécie em vias de extinção... os que ainda cá estão não estão felizes e choram a maior taxa de suicidios do pais (cm ja referiste e mto bem aqui neste espaço óptimo que mantens mto bem actualizado)!


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
Twitter
Receba O Bom Gigante por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Podcast

Subscribe Free
Add to my Page

 Subscreva o podcast d' O Bom Gigante

pesquisar
 
E-Learning
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Links
Rádio do Blog
subscrever feeds