Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008
Vamos aguardar

Um templo imperial e um edifício da praça central da "velha" Pax Julia, descobertos durante escavações que terminaram esta semana em Beja, vêm "confirmar e testemunhar" a importância e o carácter monumental da cidade na Época Romana. Trata-se de "importantes edifícios do fórum da cidade romana de Pax Julia" (designação de Beja na época romana), ou seja, da praça central onde se situavam os edifícios dos poderes político-administrativo, judicial e religioso, explicou à agência Lusa a coordenadora científica das escavações Maria da Conceição Lopes.(...)

Os dois edifícios, frisou a arqueóloga, confirmam que Pax Julia "era a mais importante cidade romana do actual Portugal", a "grande colónia do Sudoeste Peninsular" e "a capital do 'conventus pacencis'", ou seja, da região político-administrativa e jurídica que ocupava toda a zona a Sul do Tejo do actual território português.(...)

Questionada sobre o futuro dos edifícios descobertos, a arqueóloga referiu tratar-se de "uma questão que terá que ser discutida com a Câmara de Beja e o IGESPAR [Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico]".

No entanto, defendeu, "alguns edifícios deviam ficar à mostra, para devolver aos cidadãos de Beja os vestígios do seu passado, da sua memória e que lhes pertencem por história".(...)

Leia o resto da notícia aqui. (Sublinhados meus)

 

Como é que a Câmara Municipal vai tratar estas descobertas? Será que Beja vai passar a ter, finalmente, mais brio e cuidado com o seu património? Será que vai assumir a sua dimensão histórica? Ficaremos a aguardar.


tags:

publicado por Ricardo Cataluna às 07:08
link do post | comentar | favorito

8 comentários:
De zig a 11 de Agosto de 2008 às 17:55
Penso que, se alguém derrubasse todo o nosso centro histórico descubria por baixo uma enorme cidade romana. É que, nessa zona, ao cavar mais um pouco se encontra sempre algo de romano, já testemunhei esse facto.

Mas tanto quanto sei, esse achado, ou melhor, o terreno onde se efectuaram as escavações são da propriedade do CRBA, terão que ser eles, em primeiro lugar, a decidir!


De Ricardo Cataluna a 12 de Agosto de 2008 às 13:06
@zig:

Em Beja é cada escavadela, uma ruína:)

É óbvio que o CRBA tem uma palavra a dizer. Contudo, se a Câmara estiver disposta a trabalhar no que se encontrou, e no que se pode vir a encontrar, não seria difícil chegar a um entendimento com o CRBA.

Resta saber se existe essa vontade por parte da autarquia.


De Trequita a 11 de Agosto de 2008 às 19:21
Então e fotos dos achados arqueológicos? Não há nada? Fiquei curiosa.


De Ricardo Cataluna a 12 de Agosto de 2008 às 13:07
@trequita:

Vou ver se arranjo alguma coisa e ponho aqui, ok?


De Trequita a 12 de Agosto de 2008 às 17:21
Ok fico à espera. Já procurei pela net mas não encontrei nada...


De celtiberix a 11 de Agosto de 2008 às 22:48
Só espero que não venha por aí mais nenhum polis, eh eh (desculpem lá o cinismo...)


De Ricardo Cataluna a 12 de Agosto de 2008 às 13:10
@celtiberix:

Xxiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!! Para Polis já nos chegou a desgraça que foi!!

Seria curioso falar sobre alguns vestígios que se encontraram durante o Polis. Circulam por aí umas histórias que, a serem verdade, me deixam perplexo e preocupado: Praça da República, Avenida Miguel Fernandes...


De zig a 16 de Agosto de 2008 às 21:44
Trequita:

O Diário do Alentejo desta semana traz um artigo sobre este assunto!


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
Twitter
Receba O Bom Gigante por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Podcast

Subscribe Free
Add to my Page

 Subscreva o podcast d' O Bom Gigante

pesquisar
 
E-Learning
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
Rádio do Blog
subscrever feeds