Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008
OE

Deviam aproveitar as iniciais e chamar-lhe o que é realmente:um orçamento eleitoralista. Puro e duro. Basicamente, pára com tudo o que são (pseudo) reformas e tenta amenizar um ano de 2009 que se avizinha muito difícil para a nossa economia, e muito importante para os partidos.  Desde o aumento das verbas para as autarquias (eu não disse?), passando por um fundo de investimento para ajudar famílias que não conseguem pagar a casa (??), tudo tresanda a eleições. Em relação a esta última proposta, tenho muitas reticências, sobretudo em dois pontos: o Estado tem demonstrado que é um péssimo gestor de património; os Governos têm mudado, sitematicamente, as regras do jogo a meio do mesmo. O que é que me garante que daqui a uns anos se lembra de acabar com esse fundo, por exemplo?


tags:

publicado por Ricardo Cataluna às 00:15
link do post | comentar | favorito

10 comentários:
De João Barros a 15 de Outubro de 2008 às 09:23
o mais grave de tudo é que essas medidas não são com base em ganhos dos últimos anos, mas sim com base em empréstimos que afundam ainda mais o país...


De Ricardo Cataluna a 15 de Outubro de 2008 às 10:19
@joão barros:

Exactamente! Tal como tem dito Medina Carreira! Mas achas que o tuga se importa com ninharias dessas? Os outros que paguem, e tal...


De João Gonçalves (Johnnyzito) a 15 de Outubro de 2008 às 14:35
Perdido por cem, perdido por mil...
Agarre-se nos empréstimos, afunde-se um pouco mais e, quando isto bater, à séria, no fundo, mude-se as regras do jogo, coisa em que este governo é perito.
Cumprimentos
João Gonçalves


De Ricardo Cataluna a 15 de Outubro de 2008 às 15:01
@joão gonçalves:

Pois, enquanto não forem eles a pagar, não há crise. Pena é que não tenham visão de longo prazo e não se pensem nos nosso filhos...

Quanto a mudar as regras do jogo, tem toda a razão!

Abraço!



De Bruno - Planetas a 15 de Outubro de 2008 às 14:45
A mesma questão poderia ser colocada para a Segurança Social, para fundo de garantia do sistema financeiro, entre outras.


De Ricardo Cataluna a 15 de Outubro de 2008 às 15:03
@bruno:

Exactamente! O que é importante é passar 2009 sem grandes sobressaltos, depois logo se vê... Não interessa o endividamento, eles não vão estar cá para pagar...

Cpmtos


De Bruno - Planetas a 15 de Outubro de 2008 às 15:10
Vê, já o Chavez não tem esse problema, sabe que vai ficar no poder para sempre. ;)


De Ricardo Cataluna a 15 de Outubro de 2008 às 15:16
@bruno:

ahahahahahahahahah!!!!! Touché!


De António de Almeida a 15 de Outubro de 2008 às 15:30
Não interessa o endividamento, eles não vão estar cá para pagar...

-Eles pensam que vão cá estar, e vão mesmo, não pensam mesmo é pagar nada, resolve-se a bolha criando uma bolha de maior dimensão, que resistirá pelo menos até 2013, depois alguém pagará...


De Ricardo Cataluna a 15 de Outubro de 2008 às 19:53
@antónio de almeida:

Exactamente! Só pensam no curto prazo...



Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
Twitter
Receba O Bom Gigante por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Podcast

Subscribe Free
Add to my Page

 Subscreva o podcast d' O Bom Gigante

pesquisar
 
E-Learning
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
Rádio do Blog
subscrever feeds