Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009
A Entrevista

Sobre a entrevista de ontem do Primeiro-Ministro à SIC, foi, uma vez mais, um tempo de antena de Sócrates. Contudo, as coisas foram algo diferentes, muito por culpa dos entrevistadores (estiveram muito bem!) que evitaram que o líder do PS monopolizasse a conversa; por outro lado, a visão que Sócrates tem do país baseia-se na teoria do copo meio cheio - não, os números não são esses, mas sim...; hoje estamos assim, mas em 2005...

Felizmente, esta técnica já não resulta tão bem porque todos perceberam como funciona o raciocínio, e o copo está cada vez mais vazio para muitos portugueses.

Para ver mais opiniões sobre a entrevista, clique aqui.


tags:

publicado por Ricardo Cataluna às 10:01
link do post | comentar | favorito

10 comentários:
De Najla a 6 de Janeiro de 2009 às 13:00
Este senhor ainda me espanta com a capacidade que tem de acreditar nas mentiras que ele próprio prega.
E pior: a arrogancia e a falta de humildade com que fala....onde estamos metidos!!!!!!!!!!


De Ricardo Cataluna a 6 de Janeiro de 2009 às 13:36
@najla:

Nem mais! Às vezes ouço-o e penso: ele acredita mesmo naquilo que está a dizer?

Pelos vistos, sim!


De celtiberix a 6 de Janeiro de 2009 às 21:08
Há dois indivdíduos que eu penso com certeza absoluta que não crêem em Deus: um sou eu, o outro é o Papa.
Da mesma maneira há dois indivíduos que eu sei com certeza absoluta que não acreditam em Sócrates. Um sou eu.


De Ricardo Cataluna a 6 de Janeiro de 2009 às 22:02
@celtiberix:

Acho que é mais fácil acreditar em Deus do que em Sócrates:)


De João Barros a 6 de Janeiro de 2009 às 21:18
Quando começou a entrevista admito que me passou pela cabeça tratar-se de uma encomenda, mas com o desenrolar da mesma deu para perceber que isso não ia acontecer, bastou ter visto o comentário do Ricardo Costa quando disse, vamos seguir em frente senão vamos ficar a falar de ventoinhas o resto da entrevista.
Alguns pontos, o primeiro é ver que o homem já mal consegue fazer passar a imagem de que acredita naquilo que está a dizer, foi ver quando os dois jornalistas puxavam um pouco mais por ele.
Outro ponto é ver que ele deve viver num país diferente de muitos milhões de habitantes, um pais que segundo ele só começou a acordar para a crise em Setembro ou Outubro, que antes ninguém previra a crise... Chegamos a ouvir inclusive um ministro seu, Manuel Pinho, dizer que a crise já tinha passado quando em todo o mundo já se dizia que não havia volta a dar e a crise ia piorar dia após dia.
É impressionante a capacidade dele se apoiar na crise financeira, invocar que o défice de 150 mil milhões ano ser em grande parte culpa dos custos energéticos (quem ouvir isto até pensa que ele só entrou para o governo a meio do ano passado).
Foi interessante também ouvir que este governo já foi responsável pela criação de mais de 130 mil empregos, o que me ocorre assim de repente é dizer, “Importa-se de repetir?”
Gostei também de ver quando o José Gomes Ferreira puxou da culatra e exibiu um gráfico do orçamento de estado, e pediu que Sócrates a> explica-se o mesmo, e foi impressionante que mesmo com um gráfico feito pelo governo a mostrar o quão este está a endividar o pais a médio /longo prazo, Sócrates a> tentou fazer passar a ideia que isso não é a mais pura mentira...
Bem para variar já me alonguei... termino dizendo que gostava de ver o Professor Medina Carreira do outro lado a fazer perguntas ao Sócrates a> ... ai sim era ver o Sócrates a suar.


De Ricardo Cataluna a 6 de Janeiro de 2009 às 22:06
@joão:

Uiiiii, o Medina Carreira derretia-o em 2 minutos. Tinha um pouco de receio pelo José Gomes Ferreira que costuma ser muito defensor do Governo, mas esteve bem, tal como o Ricardo Costa.

De resto, tens toda a razão. Era bom era que não ganhasse as eleições...


De João Barros a 6 de Janeiro de 2009 às 23:11
acho que a única hipótese de ele poder não vir a ganhar é mesmo se o alegre avançar, e a Manuela Ferreira Leite ganhar por acidente...
Mas anota ai num post-it , o Sócrates se ganha sem maioria absoluta, não dura 2 anos... já há quem esteja a preparar as armas para abater o navio perante este cenário...


De Ricardo Cataluna a 6 de Janeiro de 2009 às 23:29
@joão barros:

O meu único receio é que ele tente fazer alianças com o Bloco ou o PP...


De quatro_tempos a 7 de Janeiro de 2009 às 15:05
Por acaso e só por acaso, acredito mais na Srª de Fátima...
Deus já morreu... !!!


De Ricardo Cataluna a 7 de Janeiro de 2009 às 19:57
@quatro_tempos:

:)))


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
Twitter
Receba O Bom Gigante por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Podcast

Subscribe Free
Add to my Page

 Subscreva o podcast d' O Bom Gigante

pesquisar
 
E-Learning
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Links
Rádio do Blog
subscrever feeds