Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010
Facilitismo

Esta história da professora que foi castigada por reprovar mais de metade dos alunos, tem muito que se lhe diga. Se fossem fazer isso em muitas faculdades, haveria corpos docentes que seriam drasticamente reduzidos. Não conheço pormenores do caso, mas seja como for isto não deixa de ser preocupante. Reprovar (ou reter como os paladinos do eduquês preferem) não representa o fim do mundo. É uma questão de justiça, de beneficiar quem trabalha e quem se esforça. Infelizmente, o facilitismo presente no nosso sistema de Ensino não tolera a reprovação. Mais, vê a reprovação como uma aberração inconcebível. Quem a advoga deve ser eliminado? Então o que é que os professores andam a fazer? São meros funcionários administrativos? Entertainers dos alunos? O pior disto tudo é que este facilitismo alastra-se ao resto da sociedade: achamos que temos direito a tudo, não questionamos, limitando-nos a querer e a exigir sem ter ideia do trabalho (a sério) que é preciso para alcançarmos o que queremos.



publicado por Ricardo Cataluna às 23:18
link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De Alexandre Kulcinskaia a 19 de Agosto de 2010 às 01:11
Apareces pouco mas quando apareces dizes coisas mais que acertadas. :)
Abraço.


De Ricardo Cataluna a 19 de Agosto de 2010 às 13:30
Obrigado, Alexandre:)

Não tenho tido muito vagar...

Grande abraço!


De Alexandre Kulcinskaia a 19 de Agosto de 2010 às 15:33
Compreendo-te e não o disse de forma pejorativa.
Eu também tenho tido pouco vagar para o meu.
Desde que vás aparecendo para mim está óptimo.


De Ricardo Cataluna a 20 de Agosto de 2010 às 00:06
Não, está tudo bem:)

Ando em obras em casa... Uma animação...

Um abraço!


De João Baros a 19 de Agosto de 2010 às 15:51
Boas Ricardo... Estou de volta a estas lides também... quando o tempo assim o permite.
Esta história, fez-me recordar quando eu estava na universidade, era eu representante do curso e da faculdade a que pertencia, e um grupo de alunos de um ano inferior ao meu, se dirigiu a mim exigindo que fizesse queixa de um docente, questionei o porquê de tal protesto, eis a reposta: A professora pediu-nos para fazer um trabalho e ainda não deu a matéria.
Fiquei incrédulo, e ripostei: já mudaram as fraldas?
Hoje, mais do que nunca, os cursos são facilitados, e todo e qualquer docente que seja um pouco mais exigente, arrisca-se a ir dar aulas aos pombos, vou mais longe, qualquer dia até colocam os alunos a elaborar os programas dos cursos e das respectivas disciplinas.
É triste, mas isto caminha para o abismo, grave é toda a escumalha responsável pela educação saber isto, e nada fazer…
Uma vez mais cito o Professor Dr. Oliveira Salazar “um povo culto é ingovernável”, não caminharemos para o mesmo? Se os tempos da ditadura eram assim tão maus, porque caminhamos outra vez no mesmo sentido?

Abraço Ricardo


De Ricardo Cataluna a 20 de Agosto de 2010 às 00:09
Olá João,

Essa história que tu contaste é, infelizmente, recorrente em muitas escolas. Mas os senhores da 5 de Outubro arranjam sempre maneira de facilitar e encurtar etapas. Alguém vai pagar isto: todos nós daqui a uns tempos. E mais cedo do que pensamos...

Um abraço!


De H a 19 de Agosto de 2010 às 16:02
Belo Post, Ricardo!

PS - Embora, quando se reprova meia turma (e já o fiz!), urge tentar perceber onde estão as falhas, que muitas vezes são reciprocas!


De Ricardo Cataluna a 20 de Agosto de 2010 às 00:13
Muito obrigado, caro H.

Sem dúvida. Contudo, pela minha parca experiência, ainda são muito poucas as escolas que analisam as falhas reciprocas e só escolhem um dos lados, de acordo com as "convicções" ou conveniências: o culpado é o professor ou o aluno. Na minha faculdade, por exemplo, a culpa era sempre do aluno e a autoridade intelectual do prof. inquestionável.


De come allungare il pene a 7 de Outubro de 2010 às 12:04
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em seu blog que bom!


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
Twitter
Receba O Bom Gigante por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Podcast

Subscribe Free
Add to my Page

 Subscreva o podcast d' O Bom Gigante

pesquisar
 
E-Learning
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
Rádio do Blog
subscrever feeds