De Abade.anacleto a 22 de Agosto de 2006 às 12:04
Começo por dizer que nunca amei o cubismo, não gosto! Mas não lhe retiro o mérito. O meu pintor preferido foi sempre Dalí e os pintores que surgiram do movimento fundado por André Breton, o surrealismo. Aí é que a minha alma se espoja.
Tenho um profundo respeito pelo Pablo, pela sua vida, obra, idéias de justiça social. Guernica foi um duplo marco, na guerra e na pintura. O quadro é de um simbolismo notável e de que maneira ele evoca o horror que levou Picasso a pintá-lo.
Um abraço.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.