Quarta-feira, 26 de Abril de 2006
25 de Abril - Discurso Presidencial
Agora que a poeira começa a assentar, quero fazer algumas considerações sobre o discurso de ontem do Presidente da República:

- Acho que foi um dos discursos mais interessantes dos últimos anos. Curto, objectivo, falando em coisas que afectam milhões de portugueses.

- Muito importante a referência ao Interior que tem andado esquecido do discurso de muitos políticos, da necessidade de corrigir as assimetrias. Só oiço falar de um processo de regionalização "milagroso", que parece que vai resolver "todos os problemas do mundo", a começar por esvaziar (ainda mais) Beja em benefício de Évora.

- A esquerda parlamentar ainda não se "apercebeu" que Cavaco é mesmo presidente. Num momento difícil não aplaudiu o discurso. Se fosse o CDS a não aplaudir um discurso de Soares ou Sampaio cairía o "Carmo e a Trindade".

- O "Compromisso cívico" não convenceu Francisco Louçã. Este último achou a proposta frágil. É compreensível. Partidos como o BE vivem da insatisfação de certas franjas da sociedade. Até convém que algumas coisas se mantenham como estão. Caso contrário, o seu partido corre o risco de se esvaziar de causas e projectos. É assim que funcionam os partidos do contra.

- A nossa comunicação social é pródiga em alimentar estes "casos": o presidente não usou cravo na lapela. Realmente é de uma "gravidade imensa". Se tivesse usado cravo diriam que era cínico. Ainda não sei como é que ainda não arranjaram uma teoria, suportada por um "Professor Chabanga" em que "se o presidente usasse cravo, gozando do alinhamento de Saturno com Urano; pelo facto de, no dia de ontem,termos tido uma média de temperatura de 27 graus; e de 3689 portugueses rezarem o Pai-Nosso ao mesmo tempo, em todos os quintais portugueses brotaria um poço de petróleo, resolvendo, em definitivo, os problemas do país..."

tags:

publicado por Ricardo Cataluna às 09:46
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De RCataluna a 30 de Abril de 2006 às 00:12
Abade Anacleto:

Obrigado!
Abraço e bom-fim-de-semana!


De Abade.anacleto a 29 de Abril de 2006 às 21:39
Mais uma vez tenho de dizer que gostei bastante de te ler. A análise em relação ao B.E. está mais que correcta na minha opinião. Bom trabalho.


De RCataluna a 29 de Abril de 2006 às 10:05
Restaurador:

Já é sábado e ainda não apareceu nenhum Prof. Chabanga! Uff;)

Não sei porquê, mas este governo não me inspira confiança. É caso para dizer que já vi este filme em qualquer lado.

Abraço e bom fim-de-semana!

Moura:

Ainda não visitei mas visitarei em breve!

Abraço e bom fim-de-semana!

Zig:

Muito obrigado! Boa Ovibeja!

Abraço e bom fim-de-samana!


De Zig a 27 de Abril de 2006 às 00:21
Foi uma boa análise dos acontecimentos de ontem, a melhor que li até agora!


De Anónimo a 26 de Abril de 2006 às 18:35
Já conhece o Moura Viva?
Aqui fica o convite.
http://mouraviva.blogs.sapo.pt


De O Restaurador a 26 de Abril de 2006 às 13:12
A teoria do Professor Chabanga é interessante :-)

Concordo com a sua análise, principalmente no ponto em que irão ser retiradas valências de Beja, Portalegre, Vila Viçosa, Elvas, Ponte de Sor, Estremoz, Vendas Novas, Montemor-o-Novo, Reguengos de Monsaraz, Moura ou Serpa para as colocar em Évora. O objectivo é fazer uma "super-cidade" no Alentejo e acabar com as restantes?

Em relação ao cravo, é mais uma idiotice e picuinhice portuguesa!

Abraço!


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
pesquisar
 
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
subscrever feeds