Quarta-feira, 4 de Junho de 2008
Tenho pena...

Digo isto com toda a sinceridade: Tenho muita pena pelo que está a acontecer ao FC Porto. Lamento, sobretudo, pelos adeptos que vibram com o seu clube e que fazem o esforço de pagar as suas quotas e bilhetes. Tenho pena pelos atletas que se esforçaram tanto e que viram o seu trabalho ir pelo cano abaixo.

 

Não percebo como é que os seus dirigentes cairam nestes erros: de não recorrer da decisão relativa ao Apito Final, e, especialmente, de tentarem aliciar árbitros (segundo consta) num ano em que eram a melhor equipa da Europa.


tags:

publicado por Ricardo Cataluna às 18:36
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De João Barros a 5 de Junho de 2008 às 01:40
Ricardo, só quem não viveu o futebol português nos anos 80 e anos 90, não sabe que este castigo e outros pecam por escassos não só para com o porto mas para com muito lixo que invadiu e invade o nosso futebol, no entanto enganem-se aqueles que pensam que o Porto vai ser castigado, isto não passou pura e simplesmente de uma tentativa por parte do irmão do Cunha leal, que é assessor do conselho de justiça (CJ) da FPF, que enviou sem consentimento do mesmo CJ um fax para a UEFA com o necessário para tramar o porto, não incluindo partes importantes do processo, quando os restantes membros do CJ se depararam com a situação trataram logo de enviar um novo fax a cancelar o anterior e com a informação completa. Como os membros do concelho de justiça da UEFA são de diversos países e o processo já se encontrava na fase final, pode dizer-se que o segundo fax já foi tarde, dai todos os juristas dizerem que em segunda instância o FCP ter grandes hipóteses de se livrar de tal castigo.
Não quero eu com isto estar a defender o Porto, alias o Pinto da Costa simplesmente jogou com as cartas que perante as leis criadas pela Liga nunca penalizariam o clube. Tanto que, parte do processo Apito final é baseado nas escutas, ora sendo estas ilegais o processo morre a partida, a diferença é que em Portugal demoramos 10 anos para resolver um caso qualquer na melhor das hipóteses, e a UEFA um 15 dias vai resolver isto, sendo que a maior parte do tempo vai ser para aguardar pelo recurso... simples.

Mas isto é como tudo, a partir do momento que um ex presidente da Liga de Futebol Profissional em directo num canal publico manda calar o Presidente da Associação Portuguesa de árbitros de Futebol por entender que este está somente a dizer disparates está tudo dito.

Em resumo, os grandes problemas do futebol em Portugal resolviam-se em 1 mês, eram necessárias poucas coisas, ir buscar as pessoas certas que todos sabem onde estão, correr com o lixo que há no futebol começando por Dirigentes e árbitros que não interessam a ninguém, ainda hoje me pergunto como é que há árbitros envolvidos no apito dourado e por uma questão de moralidade não se afastam como o fez Anders Frisk (http://www.record.pt/noticia.asp?id=668827&idCanal=57) para mim um dos melhores árbitros a par do Colina, talvez o interesses sejam maiores...


De Ricardo Cataluna a 5 de Junho de 2008 às 17:20
@joão:

Eu concordo contigo. Apenas quis deixar a minha solidariedade para com os adeptos e atletas portistas que não merecem o que lhes está a acontecer e que são, em última analise, os mais prejudicados.

De resto, mais um excelente comentário teu!

Abraço!


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
pesquisar
 
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
subscrever feeds