Domingo, 26 de Março de 2006
Para onde vais, Beja? Parte 2
O vandalismo

É rara a manhã em que se acorda nesta cidade e, ao sair à rua, não encontramos sinais de trânsito partidos, viauras vandalizadas, escritos em paredes, etc... O que mais me faz confusão é o conformismo relativamente a pessoas que se "divertem" em destruir propriedade pública e privada, muitas vezes sem grande critério. Porque não fazer uma campanha de consciencialização do nosso património? Porque não aplicar multas pesadas, e não simbólicas, em relação aos prevaricadores? Uma cidade que não tem noção do seu património, não tem noção dos seus muitos séculos de história e identidade. Pior que uma janela partida é uma cidade vazia por dentro, sem alma, chama ou ambição.

tags:

publicado por Ricardo Cataluna às 23:01
link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De RCataluna a 30 de Março de 2006 às 20:59
Trequita:

É tão triste ver o património vandalizado, uma falta de respeito por nós próprios...


De Trequita a 29 de Março de 2006 às 21:42
Sempre me lembro de Beja assim...
se há um candeeiro novo, não dura mais que uma semana, há sempre alguém que o vai lá partir...
Ainda me lembro de quando entrei para o liceu (há +-17 anos) as paredes estavam todas cheias de grafitis pretos, hoje até estão mais limpas mas continuam a sujar as paredes


De RCataluna a 28 de Março de 2006 às 22:26
Também é verdade...


De O Restaurador a 28 de Março de 2006 às 17:38
Se as forças de autoridade deixarem de estar na esquadra e no quartel a beber copos de vinho tinto e forem patrulhar as ruas a noite toda descobre-se...

Abraço!


De RCataluna a 28 de Março de 2006 às 15:11
Restaurador:

Pois é! O problema é conseguir saber quem é que faz essas bodeguices...


Abraço


De RCataluna a 28 de Março de 2006 às 15:10
Pitucha:

Também não compreendo. Será sensação de poder? Só se for da poder da treta...

Zig:

Nos EUA ás vezes exageram. Contudo, tens toda a razão.
um abraço!


De O Restaurador a 28 de Março de 2006 às 12:05
Se metem-se quem faz os estragos a repara-los, podem ter a certeza que o vandalismo diminuia!...

Abraço!


De Zig a 28 de Março de 2006 às 00:37
Isto para mim tem outro problema por trás. É que, ninguém, ou quase ninguém, denuncia o que vê. Olham para outro lado, não querem chatices. Como por exemplo, há ca. de dois anos, uma série de carros foram vandalizados, esfaqueados os pneus e partidos alguns vidros. De certeza que alguém viu, mas não disse nada. É o medo. O maldito medo das represálias, e a morosidade da polícia e da justiça, as inúmeras idas ao tribunal etc. Veja-se nos EUA, qualquer coisinha é denunciado. Bem, este país também não serve de exemplo.


De Pitucha a 27 de Março de 2006 às 09:11
O vandalismo ultrapassa-me. Não percebo o gozo!
Beijos


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
pesquisar
 
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
subscrever feeds