Domingo, 11 de Outubro de 2009
Manuel Oliveira

Não me refiro ao cineasta mas ao treinador de futebol, que lançou um livro de memórias. Foi treinador do clube do meu coração, onde, aparentemente, não foi muito bem tratado, e marcou, de forma decisiva, o futebol em Portugal durante décadas. Foi o melhor comentador de futebol que ouvi - na antena da Renascença "só fala quem sabe", e ele sabe - e  com o qual mais aprendi. Já era tempo de a Federação lhe prestar uma homenagem.



publicado por Ricardo Cataluna às 13:55
link do post | comentar | favorito

Contacto
Mail
O meu perfil
pesquisar
 
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
subscrever feeds