Quinta-feira, 16 de Março de 2006
Salvador Dalí
"Enquanto o pintor Mathias Grunewald mostra, na sua crucificação pintada no início do séc. XVI todos os pormenores do doloroso procedimento, apresentando aos olhos do observador o sofrimento de Jesus através das suas chagas, Dalí mostra o corpo crucificado sem mácula e cheio de vigor:«Quero que o meu próximo Cristo seja a imagem mais bela e alegre até hoje pintada. Quero pintar um Cristo que seja, em tudo, o oposto do Cristo materialista e antimístico pintado por Grunwald.» "

Frank Weyers in Dalí. Leben und Werk

O Cristo de São João da Cruz - 1951
http://www.salvador-dali.org/


publicado por Ricardo Cataluna às 20:17
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De RCataluna a 17 de Março de 2006 às 10:53
Trequita:
Exactamente. Acho que o tempo lhe vai fazendo justiça. Quem o julgava louco à 50 anos, chama-lhe, nos dias de hoje, visionário.


De Trequita a 16 de Março de 2006 às 23:45
O surrealismo de Dalí tem algo de freudiano, leva-nos a reconhecer ilusões e até os nossos sonhos mais profundos, aqueles sonhos em que nada parece fazer sentido mas no final até faz...


Comentar post

Contacto
Mail
O meu perfil
pesquisar
 
Posts Recentes

Ponto final

Vindo de quem vem, é supo...

Guia de resgate

Este vai longe...

Fim do terror (?)

Dose Dupla:Soundgarden/Ni...

Blog novo

Espírito de Exigência

Em exibição

Dose Dupla: R.E.M (Mais v...

Arquivos
tags

todas as tags

Favoritos

A Inquisição voltou. Nós ...

Links
subscrever feeds